2011/03/03



SÃO COISAS DA VIDA.


 
                           Cristhina Rangel.

Não trago mais a revolta da juventude.
Aprendi que o silêncio também é atitude.
Aprendi que a vida é como uma rua
e é preciso olhar para os dois lados
enquanto atravessamos.


Eu percebi que minhas verdades
Apenas a mim interessam
e quando for dizê-las
preciso antes saber se querem ouvi-las.


Gastei um tempo enorme
Pra descobrir que sou pequena
E que se não divido nada
Fico ainda menor..


Passei tempo demais
buscando respostas
que me insentassem a culpa
Agora me assumo, errei sim!


Tardiamente vi que o amor acaba
e quando ele ia eu via
que tem muita coisa errada no amar
Principalmente as medidas


amamos sempre do jeito
que nos parece certo e é errado!
Há que se amar qual o esperado
nem mais, nem menos, apenas isso.


Aprendi outras coisas úteis
guiar-me por bússolas
falar alguns idiomas
A jamais, (eu disse jamais)
confiar completamente,
porque todos temos segredos.


E finalmente compreendi
Que quase sempre fim
Significa um recomeço.


11 comentários:

PARA ALÉM DA DIMENSÃO DE TI disse...

Deus queira que o fim signifique mesmo um recomeço..bjs..

Cízz disse...

Oie!
É um poema muito lindo. eu adorei as palavras. De certa forma, tudo que está escrito aqui é verdade e entendo muito bem como é.
Adorei!
Beijos :3

Desnuda disse...

Um texto lindo, realmente querida! Vale a pena tomar como atitude de vida.

Carinhoso beijo e bom carnaval!

PS:Briga?? Carnaval é Alegria! Nunca tive ou participei de uma nestes dias de pura alegria em toda a minha vida ( um pouquinho longa rsrs).

ღ Sensitivity ღ disse...

Nossa, que texto mais sublime. Adorei. Sinceramente, foi a coisa mais legal que eu li hoje. Parabéns pelo post. Beijinhos.

*Mi§§ §impatia* disse...

Eu custei a entender que o fim nada mais é uma nova chance pra começar de novo.... assim fica mais leve né?
Beijos.

Eduarda disse...

Cada frase uma imagem reflectindo a vida, o nosso eu.

aprendendo sempre com a dura realidade é ter a noção da sensibilidade que te guia.

bj

Iram M. disse...

Nao trago mais a revolta da juventude. Por que será que a juventude é tão revoltada em amiga?
Vejo aqui em Viena os jovens tão revoltados e isso porque são do país melhor do mundo, segundo pesquisas, pra se viver. Vai entender.
Lindo texto!

Beijos

Ana Kalil disse...

Muito belo poema...! Identifiquei-me muito com ele...
Aliás todas as pessoas deveriam se indetificar com este poema...!

Bjos

Vivian disse...

Olá,Fernanda!!

Lindo!!Também aprendi algumas coisinhas...Adorei seu post!!
*Felicidades pelo nosso dia!!
Que seu dia seja repleto de amor e muito carinho!!
Beijos amiga!!!

Cristhina Rangel disse...

Olá Fernanda,

Fico muito feliz que tenha gostado do meu poema e foi pra mim uma enorme surpresa encontrá-lo aqui.

Obrigada antes de tudo por dar os créditos de forma tão carinhosa.
Um grande abraço e um beijo.

Cristhina Rangel.

Cristhina Rangel disse...

Oi Fernanda,
Obrigada pelo carinho. Fiquei muito feliz por ter gostado e agradeço por dar os créditos de maneira tão exemplar.

Foi uma surpresa muito agradável encontrar este meu texto em seu blog.
uma vez mais: Muito Obrigada.
Um beijo Querida