2011/01/28

Hoje eu Estou só


Bem, hoje que estou só e posso ver
Com o poder de ver do coração
Quanto não sou, quanto não posso ser,
Quanto se o for, serei em vão,
Hoje, vou confessar, quero sentir-me
Definitivamente ser ninguém,
E de mim mesmo, altivo, demitir-me
Por não ter procedido bem.
Falhei a tudo, mas sem galhardias,
Nada fui, nada ousei e nada fiz,
Nem colhi nas urtigas dos meus dias
A flor de parecer feliz.
Mas fica sempre, porque o pobre é rico
Em qualquer cousa, se procurar bem,
A grande indiferença com que fico.
Escrevo-o para o lembrar bem.

                                                                (Fernando Pessoa)

9 comentários:

♥ Pri - NSNL ♥ disse...

aaai perfeitooo.. adoro demais.. parabéns sempre otimas escolhas... ai ai adorando suas visitas!!! bjokas!

{♥Åññä Lµí§ä♥}_L€ØNARÐØ disse...

Olá amiga do Blog lindo:)
Vim carinhosamente te visitar e te oferecer o Selinho da semana...
(Esse Blog é um Amor)
Espero que goste...
Um belo dia para você e
um excelente final de semana
beijos fica com Deus!

PARA ALÉM DA DIMENSÃO DE TI disse...

Fernando falava do fundo..bjs ..

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

A escrita nos faz lembrar de todas as coisas... todas.

Beijo, menina linda.

Rebeca

-

Iram M. disse...

Vc é muita coisa. Musa inspiradora pra muita gente.
Te deixe um bom fim de semana!

Beijos

Cízz disse...

Você posta textos muito lindos por aqui.
Gosto disso.
Tenha um sabado maravilhoso.
Beijos
:3

Marinha disse...

Só e com tantos a volta!
Bjo e sorrisos e presenças em tua semana, querida.

Eduarda disse...

Pessoa, que nos entra e nos desfaz e refaz.

bj

Desnuda disse...

Fernando Pessoa é para ler e sentir. Profundamente... Adorei!


Obrigada pela visita. Estava viajando...

Beijos com carinho